SERVIÇOS


Taekwondo Infantil e Adolescente

A idade mínima para iniciar os treinamentos é 5 anos. As turmas são divididas entre infantil – 5 a 10 anos e a partir de 11 anos. Temos um cuidado especial em colocar a criança na turma adequada para ela, observando tamanho, experiencia e comportamento do aluno para que ele se sinta melhor integrado às aulas.
Taekwondo significa CAMINHO DOS PÉS E DAS MÃOS, onde utilizamos pés e mãos (chutes e socos) num processo de desenvolvimento não só motor, mas também invadindo outras áreas do desenvolvimento humano. Na Teyang, nosso foco de treinamento para esse público não são as competições. Nós enxergamos que existem muitas inteligências a serem desenvolvidas: corporais, emocionais, sociais, éticas e cognitivas. Dessa forma, nosso objetivo é proporcionar experiencias de aprendizagem que permitam desenvolver esses potenciais em nossos alunos.

Objetivo
Habilidades motoras:

Coordenação motora ampla

Lateralidade

Tonicidade

Equilíbrio

Noção espacial e temporal

Tempo de reação
Habilidades cognitivas:

Memória

Atenção

Concentração

Autonomia

Reflexo, tempo de reação
Habilidades socioemocionais:

Resiliência: saber lidar com inesperado, desconhecido, com o novo

Perseverança

Autocontrole

Regulação emocional com atenção a reações impulsivas

Interação social

Empatia

Cooperação

Cortesia, gentileza

Integridade

Autoconfiança

Humildade e coragem
Proposta

Ensino de uma arte marcial, com diretrizes fortes em disciplina, limites e hierarquia, mas ao mesmo tempo integrando conhecimentos modernos da ciência atual. Ou seja, o programa integra conhecimentos científicos (como neurociência e estratégias de desenvolvimento humano) e práticas milenares, como Mindfulness e Arte Marcial. Uma educação transdisciplinar que vai além do treinamento do corpo, mas utiliza o corpo como ferramenta para aprendizagem do que o aluno sabe, pensa, sente e faz.
Nossa abordagem envolve competências relacionadas a emoções, aprendizagem e especialmente a atenção. O foco em educar em valores não significa somente transmitir conteúdos sobre os princípios do Taekwondo, mas perceber as potencialidades benéficas que cada aluno pode desenvolver.

A neurociência está nos mostrando evidências sobre como desenvolver essas potencialidades. Uma das formas mais eficazes de ativar esses processos mentais são as práticas contemplativas, mais conhecidas como meditação. As pesquisas vêm demonstrando que alguns tipos específicos de meditação, como Mindfulness, desenvolve o sistema atencional, habilidade de foco, capacidade de perceber melhor o que acontece consigo mesmo e conseguir escolher a melhor forma de se relacionar com o momento presente. É possível aprender a estimular a atenção plena, a habilidade de foco, a estabilidade emocional, favorecer a cognição, empatia, altruísmo, a capacidade de ser feliz e produzir o bem comum.

Carta Aberta aos Pais - Porque treinar TAEKWONDO ITF
Colocar um filho para aprender Arte Marcial pode parecer, a princípio, uma decisão simples. Mas um aspecto muito importante deve ser levado em consideração antes de matricular uma criança para fazer Arte Marcial: o motivo. Existem vários, a partir da minha experiência dando aula para crianças há mais de 30 anos, não só no Brasil, mas também na Coréia, Bélgica e Alemanha. Cito alguns deles:
Os pais desejam que a criança aprenda a se defender.

Os pais buscam uma ajuda externa no quesito "disciplina".

Os pais querem que seus filhos sejam mais autoconfiantes.

Os pais desejam que a criança faça uma atividade física saudável e recomendada atualmente por vários médicos e educadores.

Os pais veem na criança uma veia explosiva e desejam canalizar essa agressividade num local preparado e adequado para aprender a controlar essa agressividade, trabalhando princípios morais e éticos e num ambiente em que haja regras e nível técnico semelhante.

Os pais desejam satisfazer a vontade do filho em praticar Arte Marcial.

Como podemos notar, as razões são as mais diversas, e todas elas podem ser atendidas. O Taekwondo pode ser visto como atividade corporal num primeiro momento, mas um olhar mais atento conseguirá distinguir várias frentes de desenvolvimento simultâneos: para fins terapêuticos, autodefesa, autocontrole, coordenação, autoconfiança, equilíbrio, concentração, entre outros.

O trabalho mental realizado é fantástico, fazendo com que as crianças tenham que memorizar movimentos que vão se tornando cada vez mais complexos, fazendo com que a atividade nunca se torne monótona, pois há sempre mais a aprender.
No entanto, o Taekwondo tem uma outra função importantíssima dentro da nossa sociedade atual: a de resgatar a disciplina e a hierarquia. Hoje em dia vivemos num mundo onde a verticalização chegou ao relacionamento humano. Na sociedade moderna, jovens querem ser adultos, e pessoas mais velhas querem ser jovens.

Mas se todos fossem iguais, todos não deveriam ter os mesmos direitos e responsabilidades? E porque a criança deveria pular fases, antecipando conhecimentos e comportamentos ao invés de vivenciar naturalmente sua infância? Ao contrário do que se encontra na maioria das academias do Ocidente, as Artes Marciais não têm como foco principal o desenvolvimento corporal, mas foram idealizadas para princípios formativos e éticos. A palavra "limite" deve ser entendida e vivenciada, onde a criança deve entender que limite é até onde ela pode ir, dentro das regras estabelecidas no local em que ela está naquele momento.

E é uma barreira tanto para ela quanto para todos que fazem parte daquele grupo. Se ela conseguir entender isso dentro do "dojang", será uma questão de tempo que ela carregue esses conceitos para a vida normal em sociedade, onde ela aprenderá a respeitar o professor, o pai, o avô, o vizinho, e reconhecer e seguir as regras da nossa sociedade.
Horários

Infantil 05 a 10 anos


Segundas e Quartas
10h10 às 11h00
18h30 às 19h20
Terças e Quintas
10h10 às 11h00
19h10 às 20h00






Jovens a partir de 11 anos


Segundas e Quartas
17h20 às 18h20
19h20 às 20h20
Terça e Quinta
18h00 às 19h00






Adultos




Terças e Quintas
06h30 às 7h30
20h00 às 21h00

Agende aula experimental